Thursday, August 9, 2012

Cancun e Playa del Carmen com crianças

Praia de Tulum no México



Recentemente fui a Cancun com minha filha de dois anos e meu sobrinho de dez.   Hum... Algumas dicas? Várias!   Aqui vai:

Aluguel de carro?
Eu recomendo. Dá bastante independência, o que é fundamental para quem viaja com crianças, nunca se sabe o que elas vão aprontar! Não se preocupe, não precisa de GPS, é muito fácil andar por Cancun. Fiquei no trajeto Cancun- Playa del Carmen- Parques todos os dias e no segundo dia já estávamos sintonizados.


Cancun:
Cancun é bem turistona. A zona hoteleira é cheia de mega resorts, shoppings e restaurantes das grandes redes americanas. (Meio cafoninha... Pronto! Falei!)  Mas tem que visitar. Outra, o shopping La Isla é bem legal. Tem lojas famosas e é bem bonitinho. A avenida principal parece a Disney, cheia de letreiros luminosos e conhecidos. As praias são como nas fotos, azul-turquesa. Infelizmente a Delfines estava cheia de algas quando eu fui... Mas Tulum compensou em muito!
The Grand Mayan Hotel perto de Playa del Carmen

Playa del Carmen: 
Menor e beeeemmm mais charmosa. Nem preciso dizer que foi o lugar que mais gostei. Aliás, um bom destino para jovens e casais. Me lembrou muito búzios. Encantadora, cheia de restaurantes, casas noturnas e tudo pode ser feito a pé!


Onde ficar? Cancun ou Playa del Carmen? 
Bom, tudo vai depender do seu planejamento de viagem. Se você pretende fazer os parques (Xel-Ha, Xcaret, Tulum, etc.) o melhor é ficar em Playa del Carmen. Isso porque você vai ficar entre Cancun e os parques, perto de tudo. Se escolher ficar em Cancun, vai demorar uns 40 minutos para chegar aos parques, ou mais, dependendo de onde queira ir. Eu fiquei em Playa del Carmen e foi o mais conveniente.  Super recomendo.
Rua principal de Playa del Carmen


Que parques fazer?
Com criança fica tudo mais complicado. Ainda mais eu, que fui com uma de dois anos! Fiz Xel-Ha, Xcaret, Wet n' wild e Tulum. Queria ter feito Chichen Itza, mas fica muuuuiiiitooo longe de tudo! Quase quatro horas de carro só para ir. Não tinha como. Os parques que mencionei funcionaram muito bem tanto para a pequena quanto para o maior.

Xel-Ha: O preferido por todos da viagem. Um parque natural mas cheio de brinquedos para as crianças mais velhas. Tem também um espaço kids onde levei a pequena que se divertiu no laguinho e no mini-tobogã. Fui com ela, claro. O mais velho gostou mais da Tirolesa, de umas cordas no meio da lagoa, do peixe-boi, golfinhos e das arraias. A vantagem desse parque é que custa o mesmo que o Xcaret mas é all-inclusive. Tem comida variada e serve bebidas alcóolicas, não muito indicado para quem está com crianças pequenas, mas tem... ;)
Parque Xel-Ha



Xcaret: Meio decepcionante. Tinha lido em outros blogs e todo mundo falava que tinha que ir... Achei muito artificial e com poucas atividades para os pequenos. O mais legal foi o rio subterrâneo que eles têm. Até a Valentina, minha filha de dois anos, adorou. Mas alugue um pé-de-pato porque nadar com ela no braço foi cansativo até para o meu marido, que é ex-nadador. Fiquei com ela na praia artificial, que é pequena para a quantidade de pessoas que o parque recebe. Outra coisa, andar com carrinho de bebê é um tanto chato porque o parque não é completamente acessível.

Passeio no rio em Xcaret



Wet n' Wild: As crianças se acabaram nesse dia apesar de ser pequeno em comparação ao de Orlando. Foi lá que a Valentina aprendeu a ficar "sozinha" na piscina com a boia de braço. Ficamos rodando no "rio da correnteza" muito tempo porque ela simplesmente não queria sair. Ela também adorou a piscina de ondas e o parque tem uma área infantil perfeita para ela. O mais velho sumiu a maior parte do tempo descendo nos tobogãs. O parque também é all-inclusive e serve diversos drinks. Até eu, nesse dia, bebi um.... Ok, dois.
Wet n' Wild: All-inclusive.

Tulum: Esse sim, achei imperdível. Tem as ruínas de Tulum, lindas, e a praia é paradisíaca. Melhor do que a famosa Delfines, de cancun, que estava cheia de algas.


Tulum: História e praia paradisíaca. Tudo que eu gosto!

Compras?
Sinto muito. Para quem está acostumado a Miami, é uma droga. Fui com um dinheirinho guardado para comprar roupinhas e brinquedos para minha filha e não consegui gastar tudo. É mais caro sim e não tem a variedade que tem Miami. Sorry!

O shopping La Isla é quase uma atração à parte. Fui ver o show dos golfinhos do aquário do shopping... Bem fraquinho! Se você nunca viu um, pode ser que valha a pena, para mim, que já fui ao Sea World, não.


Outro shopping interessante é o Las Americas. Consegui comprar algumas coisinhas para a Valentina lá e tem um parquinho infantil em cima da praça de alimentação. Se seus filhos forem maiores, você pode deixá-los lá enquanto faz compras.


Plaza Las Americas
Noite:  
Dizem que a noite de Cancun é bárbara e que Playa del Carmen não deixa para trás. Não sei, não vi. No final do dia, estava tão cansada, quem mesmo podendo deixar as crianças com a avó, não rolou. Fica para a próxima!


Thursday, June 7, 2012

Viajando com Estilo


Bom, como acabei de voltar de uma viagem, resolvi escrever algumas dicas que aprendi na marra nas minhas viagens por aí. Sim, eu amo viajar! E amo minhas roupas e meu estilo, mas alguém tem que ceder, nesse caso, você que vai viajar.




Salto alto:
Cansei de levar salto alto para lugares de praia, desisti. Nunca uso. Acabo sempre com as minhas rasteiras preferidas, um vestido curtinho e nada mais. Eu sei que existem mulheres por aí que não largam seus saltos por nada nesse mundo, mas é sempre bom lembrar que não é preciso um salto para ficar com estilo. Tenho algumas rateirinhas belíssimas e fazem o maior sucesso. Invista uma graninha em uma bem legal e vc vai entender o que eu estou falando. Mas se mesmo assim você insistir, não invente de ir com sapato novo. Leve aquele que você está acostumada e sabe que é confortável!
Grécia: Tá vendo esse salto? 
Pois é, acabei com o meu pé 
nesse dia!   Não vale a pena!!!





Bota:
Estou com vício em bota-tênis desde que comprei uma linda Nike Air, vou colocar a foto. Viajei com ela: estilo + conforto= perfeição. Foi tudo de bom, até porque na volta minha mala estava tão pesada que eu agradeci a Deus a luz de não me fazer viajar com bota de salto alto!



Itália: Andei o dia inteiro e 
fiquei super confortável. 
Recomendo!!!

Biquini:
 Se você é como eu, brasileiríssima, e usa biquini pequeno, lembre-se de respeitar a cultura do lugar que você vai. Se for na Grécia, OK, (lá tem praia de nudismo e topless) mas se for no Wet n' Wild, na Disney, nem pensar. Além das americanas estarem acostumadas a biquinis enormes, o lugar estará cheio de crianças.


Mala:
Minha mala preferida é uma estilo sacão amarela. Vou explicar por que. A mala sacão quase não pesa. Se você for comprar uma mala dura, vai ver que, mesmo vazia, ela já vai ter um peso considerável. E se você gosta de fazer compras e voltar no limite de peso, isso vai fazer diferença. Outra coisa, ela é amarela. Eu vejo de longe quando ela chega na esteira.



 
Calça Jeans:
Leve uma e só. Calça jeans faz peso na mala e ninguém vai reparar se você usou a mesma calça várias vezes.  E, se precisar, pode mandar lavar ou, se a grana estiver apertada, lave você mesma na banheira do hotel. Já fiz isso várias vezes. Depois, usa o secador de cabelo que seca rapidinho. Vai gastar luz? Vai. Mas você só vai ficar lavando roupa em viagem se precisar muito, então, paciência.
Itália






Vestidos:
Considerando-se o clima, vestidinhos leves são a melhor opção. Dê preferência a tecidos que não amassem. Levo vários e posso fazer meus looks sem me preocupar com peso em mala etc... ADORO!




Búzios - RJ




Acessórios:
Não se esqueça deles!!! Vão ocupar muito pouco espaço e a gente sabe que fazem muita diferença. Aliás, viagens são excelentes para garimpar novos acessórios. Eu adoro fazer isso. 


Gosto muito de levar lenços e scarfs nas viagens. 
Compõem o look, protegem contra o frio 
e o vento e, para quem tem o cabelo como o meu, 
que fica todo frizzado com vento, umidade etc,
 pode usar na cabeça, fazer um estilo 
e esconder o jubão!!!
Hawaii